Sem engajamento? Descubra como turbinar o seu perfil!

Quero saber mais!


	

Como se tornar vegetariano

Tempo de leitura: 5 min

Escrito por Rafaela Azevedo
em 18 Janeiro, 2021

Muitas pessoas que desejam parar de comer carne, se perguntam como se tornar vegetariano, pois, acham que pode ser algo complexo.

Certamente esta dúvida ocorre, devido ao fato de estarem acostumadas a se alimentar com carnes e derivados de origem animal. Mas com toda a certeza, é possível se tornar um vegetariano, mesmo consumindo carnes por muitos anos.

como se tornar vegetariano

Antes de tudo, eu preciso lembrar que existem algumas determinações sobre o vegetarianismo, mais precisamente sobre o que é ser vegetariano.

Existem 4 “grupos” de vegetarianos, que são:

  • Ovo-lacto vegetarianos
  • Ovo-vegetarianos
  • Vegetarianos estritos
  • Lacto vegetarianos

Os ovo-lacto vegetarianos, são as pessoas que não consomem carnes, porém consomem leite, ovos e seus derivados.

Os ovo-vegetarianos, são as pessoas que não consomem carnes nem leite, mas consomem ovos.

Os lacto vegetarianos não consomem carnes nem ovos, mas consomem leite e seus derivados.

Os vegetarianos estritos são os que não consomem nenhum tipo de carne, leite, ovos e seus derivados.

Assim sendo, é importante ressaltar que não devemos confundir os vegetarianos estritos com os veganos.

Os veganos tem uma filosofia de vida completa voltada a questão animal, e além de não ingerir nenhum tipo de produto que tenha origem animal, também não consomem nenhum produto que tenha esta origem. Desde cosméticos, roupas, produtos de limpeza, etc…

Agora que já falamos sobre os “tipos” de vegetarianos, podemos falar como adotar esta filosofia.

Como se tornar um vegetariano na prática?

Em primeiro lugar, é importante entender que mesmo com a nossa mente decidida, é muito difícil realizar esta transição de um dia para o outro.

Não sei qual é o seu caso, mas na maioria das vezes consumimos carnes por muitos e muitos anos, até pensarmos em tomar esta atitude.

Eu mesmo, consumi carnes até os 22 anos mais ou menos, até decidir mudar de vida.

Infelizmente, mesmo estando decidida a mudar, o nosso corpo ainda tem as necessidades do hábito antigo. Seja por costume, ou até por falta das “vitaminas”, é legal dar um passo por vez.

Então, se você tem este desejo, e está passando por dificuldades, veja os passos a seguir.

Foi a forma que eu segui para me tornar vegetariana e deu super certo, vamos lá:

Passo 1

Primeiramente, reduza o consumo de carne vermelha.

Quando eu comecei a minha transição, eu iniciei pelo projeto segunda sem carne. Durante duas semanas, eu não consumi carne vermelha na segunda-feira.

Na terceira semana, eu fiquei três dias sem comer carne vermelha.

E assim, eu fui reduzindo o consumo de carne vermelha até não consumir mais.

Dessa maneira, eu preciso destacar dois pontos importantes nesta fase:

  • Eu continuei consumindo todas as outras carnes da mesma forma.
  • Eu parei de consumir carne vermelha em casa e, em seguida, comecei a cortar o consumo na rua.

Certamente, pode até parecer que o processo é um pouco lento, contudo agindo dessa forma, a vontade pelo “alimento” vai sumindo, e quando você menos espera não come mais, não sente vontade, e passa a ser algo indiferente na sua vida.

Por certo, algumas pessoas conseguem cortar de um dia para o outro. Mas as chances de “recaídas” são bem altas.

Quantas pessoas você já ouviu falar que tentam parar de consumir carnes e não conseguem?

Passo 2

Em segundo lugar, passe a cortar as carnes tipo “linguiça”, eu não sei exatamente como podemos classificar estas carnes (não me lembro mais rs) mas aqui é hora de eliminar: linguiças, salsichas, presuntos, mortadelas, bacon, etc…

Faça o mesmo processo da carne vermelha. Reduza um dia, depois dois, e assim por diante.

Contudo, esteja atento para enquanto estiver eliminando os tipos de carne da alimentação, não substituir por outras.

Por exemplo:

“Eu não como carne vermelha, nem linguiças, etc… Mas todos os dias consumo carne de frango”.

Se acaso você agir assim, vai estar se enganando e tornando o processo mais difícil.

Faça as substituições por saladas e receitas diferenciadas, como hambúrguer de grão de bico, hambúrguer de soja, almondegas de lentilha, etc…

Assim sendo, minha dica é que você passe pelo menos um mês nesta fase. Para então, dar o próximo passo.

Passo 3

É hora de cortar as “carnes brancas” diminuir o consumo de carnes e peixes até dar adeus total, aos alimentos de origem animal.

Pode ser que você consiga fazer este processo em meses, ou em até um ano.

Por mais, que a sua mente queira adotar o vegetarianismo como estilo de vida, às vezes (quase sempre) isto se torna bem complicado.

Tanto pelos nossos hábitos alimentares, tanto pelo mundo. Afinal, apenas quem não consome carne, sabe o quanto é difícil se alimentar na rua.

Se acaso você não estiver com o organismo preparado para a mudança, na primeira fome na rua, você vai comer algo com carne. Isso é fato.

Desse modo, vá com calma, e se prepare. A jornada é longa, mas vale a pena.

+ Confira: 3 Receitas vegetarianas simples e práticas

Dicas extras

Dica 1: No período de transição, use e abuse de receitas que façam referência as carnes, por exemplo: hambúrgueres, almondegas, soja, etc..

Esses tipos de alimento “enganam” a nossa mente, e você fica com a real sensação de estar consumindo carne.

Aos poucos, essa necessidade vai embora e você passa a comer apenas saladas e legumes, naturalmente.

Com toda a certeza as receitas que imitam carnes vão ficar em segundo plano.

Dica 2: Esteja aberto a experimentar coisas novas.

Desse modo, não torça o nariz para receitas diferentes ou legumes e verduras que nunca comeu.

Certamente, se tornar vegetariano é dar lugar a um novo mundo de possibilidades gastronômicas.

Em resumo, o segredo é da um passo por vez, com calma e consciência. A transição que ocorre aos poucos é muito mais eficaz do que um corte repentino.

Sem dúvida, cada um tem seu tempo, e o que conta de fato, é querer entender como se tornar um vegetariano, sem pressa e sem cobranças.

Espero que tenha gostado das dicas.

Se você tem dúvidas ou sugestões, deixe aqui nos comentários 🙂

Me siga no Instagram: @blogtrinteimudei

Veja mais dicas no Pinterest: Pinterest/trinteimudei

Até breve!

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


1 Comentário

error: O conteúdo está protegido !!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.