Pack Canva Business + de 200 artes editáveis

Quero saber mais!


	

Óleo essencial e Óleo vegetal – Diferenças, funções e como você deve usar

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por Rafaela Azevedo
em 31 Maio, 2021

Você sabe quais são as diferenças entre óleo essencial e óleo vegetal?

As diferenças são inúmeras, no entanto, quem não conhece as especificidades de cada tipo de óleo, pode acabar não usando o óleo adequado para sua necessidade.

Com isso, os resultados podem ser minimizados em seus cuidados de rotina.

oleo essencial e oleo vegetal 683x1024 - Óleo essencial e Óleo vegetal - Diferenças, funções e como você deve usar

Para que isso não aconteça com você, continue lendo este post!

Eu separei algumas dicas sobre as diferenças, funções e como usar os óleos essenciais e vegetais de forma correta.

Qual a diferença entre óleo essencial e óleo vegetal?

A primeira diferença entre os dois tipos de óleos ocorre no processo de fabricação, mais precisamente no local de extração.

Os óleos vegetais são extraídos de sementes e frutos, enquanto os óleos essenciais são extraídos do caule, folhas e flores.

Os óleos vegetais são conhecidos como “óleos carregadores” que são usados para diluir os óleos essenciais.

Isto ocorre pois os óleos essenciais são muito concentrados e por isso, podem causar irritações na pele se aplicados diretamente, sem a correta diluição.

Portanto, se você quer usar um óleo essencial na pele, para aproveitar todos os benefícios, você deve diluir esse óleo em outro que seja vegetal.

Um bom exemplo para a diluição e aplicação na pele é o óleo vegetal de amêndoas.

Justamente por ser um produto que nutre a pele, diluir o óleo essencial nele garante um resultado bastante satisfatório.

Outro óleo muito comum que é utilizado em diluições é o óleo de coco. Extremamente nutritivo e benéfico para a saúde da pele e cabelos, ele funciona muito bem como “base” para diluição de óleos vegetais.

+ Confira também: Os melhores óleos essenciais para cabelos

Óleo essencial: usando em aromaterapia

Sem dúvida, o óleo essencial é um ótimo produto para ser usado na aromaterapia, que é um tratamento natural que pode ajudar em diversos aspectos, desde a saúde física até a saúde mental.

Ricos em propriedades naturais, os óleos essenciais podem ser usados para tratar problemas respiratórios, acalmar, ajudar a dormir, etc.

A aromaterapia pode ser feita de diferentes formas, uma delas é utilizando um difusor, um aparelho próprio para diluir o óleo e espalhar a essência no ambiente.

Caso não tenha condições de fazer esse tipo de investimento, você pode pingar algumas gotas do óleo em um lenço e inalar, ou ainda pingar algumas gotas do óleo em seu travesseiro.

A forma de usar o óleo vai depender diretamente de qual é o seu objetivo com aromaterapia. Vale a pena estudar os efeitos dos óleos antes de começar a efetuar compras.

A internet está recheada de informações sobre os benefícios de cada óleo e suas funções. Além disso, se você tem interesse mais profundo, existem diversos especialistas na área que fazem consultorias para indicar o melhor tipo de óleo para cada necessidade.

Ademais, os óleos essenciais também podem ser usados em receitinhas caseiras. Como por exemplo, o óleo de lavanda que é usado em máscaras para auxiliar a cuidar da beleza de sua pele.

+ Confira: Os melhores óleos essenciais para a pele do rosto

Óleo vegetal: Usando em tratamentos capilares

Com toda a certeza, os cabelos também são beneficiados com o uso de óleos de boa qualidade. O óleo de rícino, por exemplo, é um grande aliado da saúde capilar.

Ele contribui para que seus cabelos cresçam mais rápido e muito mais fortes. Além disso, ele pode ser usado para tratar a caspa e coceira no couro cabeludo.

Isto ocorre por ser um óleo com propriedades antibactericidas. A aplicação do óleo pode ser feita diluindo algumas gotinhas em seu shampoo, exatamente na porção que será usada.

Não é indicado misturar óleos em produtos industrializados como o shampoo ou máscara, para posteriormente guardar o produto.

O ideal é misturar o óleo somente na porção que será usada.

Outra forma de uso é aplicar o óleo de rícino diretamente no couro cabeludo semanalmente, deixando agir por pelo menos 2 horas e lavando normalmente em seguida. Este é o famoso processo de umectação.

O óleo de rícino é apenas um exemplo, entre tantos óleos vegetais que podem ser usados no tratamento dos fios.

Os óleos são poderosos na hidratação e nutrição dos cabelos. Podendo fazer parte da sua rotina de cuidados capilares.

Agora você já sabe um pouco mais sobre a diferença entre os óleos essenciais e os óleos vegetais. Que tal incluir eles na sua rotina de cuidados pessoais?

Espero que este post tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre a diferença destes óleos tão maravilhosos.

Se acaso você tem dúvidas ou sugestões, deixe aqui nos comentários 🙂

Veja mais dicas no Pinterest: Pinterest/trinteimudei

Até breve!

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

error: O conteúdo está protegido !!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.