Como monetizar um blog? – 5 maneiras para ganhar dinheiro com seu blog

Existem inúmeras pessoas que não sabem como monetizar um blog, e por este motivo acabam achando que trata-se de uma mídia ultrapassada.

Se acaso você gosta de escrever, pensa em ter um blog, mas acha que não é mais possível ganhar dinheiro com um, leia este post até o final e confira 5 formas diferentes de monetizar um blog.

como monetizar um blog 683x1024 - Como monetizar um blog? – 5 maneiras para ganhar dinheiro com seu blog

Inegavelmente, a chegada da “era dos vídeos” leva a maioria dos empreendedores digitais, ou aspirantes a empreendedores digitais a acreditar que ganhar dinheiro com blog, tornou-se algo do passado.

Contudo, basta fazer uma observação muito simples:

Quando temos uma dúvida, ou queremos saber um pouco mais sobre determinado assunto, onde pesquisamos?

No Google!

Exatamente neste mecanismo de pesquisa, que os blogs estão, e é ali que eles são apresentados.

Sem dúvida, quando uma pesquisa é realizada, alguns vídeos são apresentados, mas quando o usuário pesquisa no Google, normalmente ele está em busca de uma resposta por escrito.

Quando o desejo é encontrar uma resposta em vídeo, a pesquisa é realizada diretamente no Youtube.

Dessa forma, ter um blog não apenas vale a pena para qualquer negócio, como também, é altamente rentável.

Assim sendo, confira esta lista com as 5 principais formas de monetizar um blog, e comece a ganhar dinheiro na internet o quanto antes.

+ Leia também: Não cometa estes erros ao criar um blog WordPress

1° AdSense

Em primeiro lugar, temos o Google AdSense, o famoso programa de monetização do Google.

O programa consiste basicamente em exibir anúncios entre os seus posts, e em alguns lugares do blog, e receber dinheiro por isso.

Para conseguir monetizar o trabalho desta forma, o blog precisa atender há algumas recomendações, como por exemplo:

  • Ter um layout profissional e responsivo
  • Apresentar variedade e qualidade nos conteúdos
  • Estar de acordo com as políticas de privacidade do Google.

Estes são alguns requisitos básicos para ter o blog monetizado através do Google.

Para saber se o seu blog está de acordo ou não com os critérios, é necessário realizar um cadastro na plataforma do AdSense e enviar para a análise do Google.

O processo demora entre 48h e 2 semanas, e em caso de rejeição, é explicado o que pode ser feito para uma futura aprovação.

Basta realizar os ajustes e tentar novamente.

Assim que o blog é aprovado, o proprietário recebe um código único, para colocar no site/blog e então os anúncios passam a ser exibidos.

Os anúncios podem ter posicionamento automático, ou manual.

como monetizar um blog - Como monetizar um blog? – 5 maneiras para ganhar dinheiro com seu blog

Tudo varia de acordo com as referências do proprietário e também com a rentabilidade apresentada.

O ideal é testar os dois métodos e então, escolher o mais rentável para o blog.

Certamente, este é um dos métodos de monetização mais rápidos e práticos de ser trabalhado, contudo não é o mais rentável.

A variação de ganhos diária é muito grande, e existem muitos blogs que não conseguem faturar muito.

Contudo, vale muito a pena.

+ Leia também: Google AdSense – Como funciona ?

2° Posts Patrocinados

Em segundo lugar, temos os posts patrocinados, ou publiposts.

Uma forma muito conhecida, porém alcançada apenas em longo prazo, e algumas vezes pouco rentável.

O fato de ser alcançada apenas em longo prazo ocorre, pois para ter alguma empresa ou marca interessada em patrocinar um post no seu blog, o seu tráfego e a sua audiência já devem apresentar um número expressivo e estabilizado.

Por certo, isto não ocorre do dia para a noite.

Outro fato, que torna o método pouco rentável é que grande parte dos patrocínios em posts, gostam de “fazer negócios” com trocas de produtos, os famosos “recebidos”, e isso dificulta mais o processo.

Em resumo, para ter um publipost o proprietário do blog entra em acordo com uma marca/empresa para realizar um post falando sobre determinado assunto (produto/serviço) para a sua audiência e então recebe por isso.

+ Confira: Conteúdo para Blog – O guia definitivo para conteúdos que engajam e convertem

3° Banner Patrocinado

Em terceiro lugar, temos o banner patrocinado.

Uma forma de monetização idêntica ao post patrocinado, contudo neste caso o proprietário do blog, negocia apenas um pequeno espaço dentro do seu blog.

O banner (imagem) pode ser exibido em todos os artigos, apenas alguns, acima dos posts, etc…

O posicionamento, tempo de exibição e outros detalhes são acertados no momento da negociação entre blogueiro x marca/empresa.

Na minha visão trata-se de uma forma de monetizar o blog, decerto pouco rentável e de longo prazo.

4° Parcerias

Sem dúvida, fechar uma parceria para monetizar um blog é o sonho de muitas blogueiras por aí.

Esta forma de monetização, certamente é muito parecida com as duas anteriores, porém, neste caso pode apresentar um trabalho mais em longo prazo, e ainda mais rentável.

Uma parceria bem feita com toda a certeza vai incluir em seu blog as duas etapas anteriores, como posts patrocinados banners e o que mais o acordo com a empresa exigir.

Além disso, outro fator que torna o trabalho com parcerias algo vantajoso, é trata-se de uma monetização fixa, por algum tempo, no caso de contratos longos.

Ademais, um ponto negativo é que o tempo para se fechar uma parceria pode ser longo, afinal, assim como nos casos anteriores, você precisa ter construído uma audiência fiel e qualificada.

5° Marketing de Afiliados

Por último, a cereja do bolo! O marketing de afiliados.

Sem dúvida, a forma mais rápida e rentável de se monetizar um blog.

De forma resumida trabalhar com o marketing de afiliados em um blog, consiste basicamente em anunciar produtos no blog, e quando uma compra for realizada, você recebe uma comissão por isso.

Se acaso você não conhece nada sobre o marketing de afiliados, confira o post: Marketing Digital e Marketing de Afiliados – O guia completo.

O processo de afiliação a produtos é simples, e você consegue deixar o seu blog monetizado desde o primeiro dia de trabalho.

Sem aprovações, ou muito trabalho duro antes de ter a oportunidade de receber algum dinheiro.

Vale lembrar, que você recebe apenas em caso de vendas realizadas, e as comissões variam de acordo com o produto divulgado.

Certamente, outro fator a ser levado em consideração, é que nem todas as pessoas que entram em um blog, adquirem algo.

Dessa forma, quanto mais tráfego + vendas, e por consequência uma receita maior.

Assim sendo, este é o motivo da importância de produzir uma grande variedade de conteúdos qualificados dentro do seu nicho de atuação.

Em suma, estas são as principais formas de monetizar um blog.

Espero que este post tenha de fato te ajudado! Comenta aqui embaixo se o seu blog já é monetizado, e qual é a sua fonte de renda favorita nele.

Para saber mais sobre como construir um blog rentável, confira a categoria “Dicas de Blog” que eu tenho aqui.

Com toda a certeza você vai amar!

+ Confira: Dicas para Blog

Até breve!

Veja mais dicas no Pinterest: Pinterest/trinteimudei

Me siga no Instagram: @blogtrinteimudei

4 Comments

  1. Pingback: Check-list para Criar um Blog do Zero - Trintei Mudei

  2. Tentei monetizar meu blog mas o Google informou que eu acessava o conteúdo e por isso não conseguia monetizar. Como devo evitar isso? Como fazer a monetização e evitar que sofra uma punição! Obrigado!

    • Avatar

      Rafaela Azevedo

      Olá, Cristiano! A partir do momento em que monetizamos o blog, não podemos ficar acessando ele em nossos próprios dispositivos, o google reconhece o IP, e entende como “fraude”.
      Além disso, eles tem uma série de diretrizes na política de uso, que são muito detalhadas e rigorosas. Aconselho que você leia atentamente, deixe o blog de acordo e então, peça uma nova analise. As vezes algo mínimo impede a monetização. Eles são meio “chatinhos” mas depois de aprovado, a parceria vale muito a pena.
      Abs…

  3. Pingback: Gerar tráfego - O que eu fiz para ter 64.065 visitas em um mês no blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *