Conheça a loja com posts personalizados para Instagram!

Quero saber mais!


	

Descubra como ganhar dinheiro com blog – A minha estratégia

Tempo de leitura: 5 min

Escrito por Rafaela Azevedo

Você passa horas criando conteúdo e nada de ganhar dinheiro com o blog?

Ou pior, você acabou de montar um blog para ganhar dinheiro, mas tem medo e insegurança de escrever e acaba terceirizando a produção, aumentando assim os seus custos?

Se você está passando por um destes problemas, leia este post até o final que eu vou te contar como fazer um blog para ganhar dinheiro, e finalmente ter um negócio online rentável.

ganhar dinheiro com blog

Certamente, uma das coisas que mais existem atualmente são blogs. Uns com mais sucesso, outros com menos, uns muito rentáveis outros nada rentáveis.

Mas, você já parou para se perguntar qual é o motivo de alguns blogs venderem e outros não?

+ Leia depois: Formas de monetização + estratégias para deixar o seu blog altamente rentável

Afinal, como fazer um blog e ganhar dinheiro?

Se um blog foi criado com a finalidade de gerar receita, ele precisa ter conteúdo de forma constante! Esse é p pilar principal do sucesso.

Sem consistência, a estrutura do seu blog irá ficar errada. Você não irá conseguir alcançar pessoas pessoas, muito menos as pessoas certas.

Além disso, não basta apenas jogar os conteúdos de forma aleatória. É preciso produzir os posts de forma técnica, tanto para os mecanismos de pesquisa, quanto para os leitores.

Então como você pode resolver este problema?

Como começar a gerar vendas e finalmente ter lucros à partir dos conteúdos do seu blog?

Confira agora o caminho para criar um conteúdo vendedor!

Ponto 1: Posicionar não é tudo!

Em primeiro lugar, posicionar com SEO não é a solução para ganhar dinheiro na internet.

Conseguir posicionar o seu blog para que ele seja encontrado facilmente é ótimo, aliás esta é uma das estratégias que eu uso, utilizando o Pinterest como recurso auxiliar.

Eu até falo um pouco mais sobre isso, no post sobre o Pinterest PRO.

Porém, não adianta estar na primeira página do Google se na hora que o leitor percorrer o seu blog, ele não encontrar conteúdo suficiente, ou conteúdo pouco qualificado.

Dificilmente, ele irá consumir pouco conteúdo e sentir necessidade de comprar o seu produto.

Ou seja, apenas escrever alguns artigos sem intuito, não faz vendas acontecerem.

Ponto 2: Terceirizar a produção dos artigos

Com toda a certeza, a grande maioria dos donos de blogs e mini sites comete este grande erro.

Terceirizar a produção de conteúdos, é algo bem arriscado, pois, você está pedindo para outra pessoa que não compreende o seu negócio, nem o real intuito dele para fazer a parte mais importante do processo.

De fato, um redator frellancer irá escrever um bom texto, porém, é bem difícil que ele aplique ou conheça as técnicas persuasivas para fazer você vender mais, ou se ele tiver este conhecimento, irá cobrar bem mais caro pelo seu trabalho.

Entretanto, se você resolver terceirizar é importante que conheça as técnicas de persuasão para realizar uma revisão, ou para exigir que sejam utilizadas no momento da produção.

Converse com o seu redator e explique exatamente qual é o seu intuito com aquele artigo, para que ele possa produzir da forma correta, ou seja, estrategicamente.

Mas já tenha consciência de que um texto escrito com estratégias de conversão CORRETAS, certamente vai sair mais caro.

Terceirize com atenção, para não ter prejuízos ou simplesmente não ter lucros!

Ponto 3: Gatilhos mentais         

Inegavelmente, não utilizar gatilhos mentais durante a produção dos seus artigos é pedir para não vender.

O ser humano compra pela emoção, e se ao longo do texto você não souber articular os gatilhos corretamente, dificilmente ao chegar ao final do seu texto, o seu cliente/leitor irá realizar a ação que você deseja.

Sendo assim, o seu texto deve ter a exata função de ativar o modo comprador do seu cliente.

Ponto 4: Títulos

Todo grande artigo que vende, começa com um bom título.

Mas não se deixe levar pela crença, que basta causar curiosidade ao leitor e BUM! Ele irá consumir os seus textos e acabar comprando.

O título é o primeiro gatilho mental do seu trabalho, é a partir dele que o processo de venda começa. Então, planeje esta parte com bastante atenção.

Ponto 5: Entender o cliente

Sem dúvida, entender quem é o seu cliente, é o passo fundamental para criar um artigo que vende.

Saber exatamente quem é o seu público alvo, para escrever de forma que gere experiência para este leitor e por consequência uma venda, é a melhor técnica a ser aplicada.

Ponto 6: Foco

O foco dos seus artigos deve estar inteiramente na conversão para uma venda.

Contudo, apenas com anúncios de “clique aqui”, “você pode comprar ali”, você irá perder a atenção do leitor/cliente e nem fazer com que ele compre.

Este é um ponto bem difícil de ser seguido, e somente aplicando estratégias diretas, com métodos e palavras chave, é possível fazer com que o seu artigo tenha uma leitura agradável e venda sem que o seu leitor perceba.

Ponto 7: Não existe milagre

É muito fácil encontrar informações na internet, com teorias de “eu fiz isso” eu fiz aquilo ” e “sacadas milagrosas”.

Mas a verdade é uma só, se você não produzir conteúdo de qualidade e buscar um método de produção testado e comprovado para produção acelerada, não irá conseguir utilizar as palavras persuasivas no momento certo e da melhor forma, para poder gerar a atenção, e claro, vendas!

Seja através do seu blog, mini site, vídeo, ou até mesmo em instablogs (uma prática muito comum hoje). Converter visitantes em clientes é a solução.

Criar conteúdo que vende, com um método comprovado, passo a passo, de forma simples e prática.

Entender que não existe sucesso sem aplicação de técnicas, é o principal para que você tenha sucesso no seu projeto.

Nenhum blog tem sucesso da noite para o dia, porém estudar e aplicar estratégias adequadas na produção de conteúdo, sem dúvidas encurtará o caminho para as vendas.  

Não ache que apenas textos soltos, preenchendo espaços vazios e fazendo volume de artigos grande no blog, resultará em sucesso.

Se volume fosse sinônimo de sucesso, não existiriam os mini sites altamente lucrativos.

Vale lembrar também, que artigos bem escritos podem gerar receitas além de vendas de produtos diretamente.

Isso ocorre no caso de quem cria blogs exclusivamente para ganhar dinheiro com anúncios no site, eu falo sobre isso no artigo sobre como ganhar dinheiro com o Adsense, onde inclusive relato os meus ganhos.

Um blog de sucesso, com vendas recorrentes depende único e exclusivamente de você e o quanto você se compromete com os seus conteúdos.

Entregue sempre conteúdos de valor ao seu público, ajude-os, mas não se esqueça de que todo trabalho deve ser remunerado, por isso, o seu blog merece vender muito!

E se você deseja realmente ganhar dinheiro com blog, confira os outros artigos onde eu falo sobre tráfego, vendas e muito mais.

+ Confira: Dicas para blogs

Me siga no Instagram: @blogtrinteimudei

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


13 Comentários

  • Paula Monteiro diz:

    Ainda não tenho nenhuma postagem no blog pois estou estudando muito sobre o tema que ele trará…. essa postagem foi a Melhor e mais completa que encontrei obrigado.

    1. Rafaela Azevedo diz:

      Olá, Paula!
      Obrigada por acompanhar o blog e nossas dicas 🙂 Fico muito feliz em saber que gostou do post! Bjos

  • error: O conteúdo está protegido !!

    Damos valor à sua privacidade

    Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

    Cookies estritamente necessários

    Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

    Cookies de desempenho

    Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

    Cookies de funcionalidade

    Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

    Cookies de publicidade

    Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

    Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

    Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.