Funil de vendas o que é e como criar um para o seu negócio

funil de vendas - Funil de vendas o que é e como criar um para o seu negócio

Você já ouviu falar sobre funil de vendas, funil de marketing ou funil de conversão? Trata-se de um processo muito interessante e que deve ser criado em todo negócio.

Um funil de vendas tem como objetivo guiar o possível cliente e garantir uma experiência de compra interessante para o consumidor e para a marca.

funil de vendas - Funil de vendas o que é e como criar um para o seu negócio

Se acaso a sua empresa ainda não trabalha com funil de vendas, fique tranquilo, eu vou explicar neste post detalhadamente o que é um funil de vendas e como você pode usar em seu negócio!

Vamos lá?

O que é funil de vendas?

Em primeiro lugar, é importante entender que o funil de vendas é uma estratégia de vendas relacionada a jornada de seu cliente, desde o primeiro contato com a empresa até a finalização da compra.

Algumas pessoas podem chamar de funil de conversão ou funil de marketing digital, contudo são basicamente a mesma coisa.

Só para ilustrar, imagine um funil de vendas como um caminho feito pelo cliente, desde aquele primeiro contato com a empresa, quando ele descobre os produtos ou os serviços, até a compra.

Isto é um funil de vendas.

+ Confira: O que são gatilhos mentais e como utilizar para aumentar as vendas

Divisão do funil de vendas

Um bom funil de vendas é dividido em três etapas, são elas:

  • Topo do funil – aprendizado e descoberta;
  • Meio do funil – reconhecimento do problema e consideração de uma possível solução;
  • Fundo do funil – momento de decidir a compra.

Cada etapa do funil corresponde a um momento da compra. No topo, é interessante fornecer ao visitante de sua página, perfil, blog, ou site materiais que ajudem a diagnosticar e compreender o problema que esse cliente tem.

Dessa forma, se houver qualquer dúvida sobre um assunto de sua área, o cliente vai naturalmente procurar a sua empresa.

No marketing digital, este material é popularmente conhecido como “isca digital”.

Você entrega parte de uma solução, ou mesmo o caminho para solucionar um possível problema e em troca inicia o processo de contato com o seu potencial cliente.

Após o cliente reconhecer que existe um problema, ele de fato passou do topo do funil para o meio. Nessa etapa, geralmente o visitante já interage com seu conteúdo e já ofereceu dados para contato.

Como essa pessoa ainda não sabe o que fazer para solucionar o problema por completo, é hora de apresentar alternativas sinceras.

De modo que, o visitante possa confiar em sua marca e entender que determinado produto ou serviço irá de fato solucionar o seu problema.

Esta etapa do meio do funil, tende a ser a mais longa.

Afinal, você trabalhará a confiança no seu lead (futuro cliente).

Nesta etapa, independente do seu negócio é importante trabalhar o relacionamento através da entrega de conteúdo.

Assim sendo, encaminhe e-mails informativos e esteja presente nas redes sociais.

funil de vendas 1 - Funil de vendas o que é e como criar um para o seu negócio

Os seus conteúdos podem conter:

  • Apresentação de resultados de outros clientes
  • Depoimentos de clientes
  • Informações relevantes

É importante lembrar que todo conteúdo deve ter a função de quebrar objeções e direcionar o seu lead para o momento da compra.

A última etapa é justamente um contato de venda, afinal, o usuário já sabe que tem um problema e que sua empresa é confiável.

Dessa forma, você deve fazer um convite de forma direta para que ele compre o seu produto/serviço.

+ Leia também: Persuasão – como escrever posts vendedores

Toda empresa deve investir no funil de conversão?

Sim! O funil de vendas é uma etapa muito importante do inbound marketing. Justamente por conduzir o visitante que nunca acessou sua página em várias etapas até que ele concretize a compra.

Guiar o cliente até a finalização de uma compra, sem dúvida, é um aspecto importante na construção de seu relacionamento com o consumidor.

De forma que, as pessoas reconheçam a sua marca como uma empresa séria, que tem credibilidade e que se preocupa com cada cliente.

O que é fundamental para ter bons resultados ao longo prazo, garantindo o máximo de conversões entre visitas no site e compras efetuadas.

Portanto, é uma estratégia que pode fazer parte da rotina de empresas de todos os portes. Além disso, o funil de vendas é relativamente fácil de aplicar.

Seguindo as informações deste post e realizando alguns testes, com toda a certeza você mesmo pode aplicar esta estratégia no seu negócio.

Para montar um funil de vendas, é importante ter um blog com postagens regulares, site ou uma rede social ativa.

De modo que, as pessoas possam conhecer o propósito de sua marca, acessarem a página e começarem o topo do funil por ela.

É preciso selecionar temas que estejam de acordo com a sua marca e público, para que o funil de vendas efetivamente comece a ser construído com qualidade.

Dessa forma, que tal começar hoje?

Se você tem dúvidas ou sugestões, deixe aqui nos comentários 🙂

Me siga no Instagram: @blogtrinteimudei

Veja mais dicas no Pinterest: Pinterest/trinteimudei

Avatar

Rafaela Azevedo

Rafaela Azevedo, mãe, esposa, formada em Letras e pós Graduada em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais, aos 30 cansei do mercado tradicional e resolvi empreender, ter mais qualidade de vida e tempo com a família. Hoje ajudo você a construir o seu negócio digital de sucesso! Vamos lá?!

Posts Relacionados...

2 Comments

  1. Avatar

    Olá, muito bom Rafaela Azevedo, gostei muito do artigo, em especial a parte que fala sobre os finis, não tinha parado para pensar no valor que tem isso, pretendo colocar em prática pelo menos esses funis acredito que vai ajudar, valeu pelo artigo.

    1. Avatar

      Que bom que gostou, Cláudio! Obrigada pela visita 🙂 Sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!