Marketing de relacionamento – 4 passos para um relação que gera vendas

Sem dúvida, trabalhar o marketing de relacionamento, fideliza clientes e gera vendas.

Mas você sabe como aplicar as estratégias de marketing de relacionamento no seu projeto online? Confira neste artigo, 4 passos fundamentais, para não errar mais!

marketing de relacionamento - Marketing de relacionamento - 4 passos para um relação que gera vendas

Certamente quando iniciamos um negócio online a primeira preocupação é estar presente em diversos “locais”.

Estes locais são as mídias sociais (às vezes todas elas), whatsApp, blog, youtube, etc.

O ponto principal que por muitas vezes acaba ficando de lado, é um que engloba todos estes pontos de trabalho: o relacionamento.

Com toda a certeza, não basta estar presente em todos estes locais, é preciso se relacionar e trabalhar o marketing de relacionamento nas redes sociais de forma eficiente.

Agora vem as perguntas: Como? O que fazer?

Decerto, o mercado está bastante concorrido, e a atenção do consumidor mais ainda.

Com este excesso de produtos e informações, o cliente final certamente está cada dia mais exigente.

Com isso, a forma de consumir produtos/serviços se transforma a cada minuto.

Devido a estes dois pontos, as estratégias de relacionamento com clientes no ambiente digital são fundamentais para alcançar um diferencial.

Esta estratégia se resume basicamente em:

  • Entender o perfil do público-alvo;
  • Produzir conteúdo de acordo com o perfil;
  • Gerar interação;
  • Construir e trabalhar o relacionamento.

Somente depois destes passos é hora de ofertar o seu produto/serviço.  

O relacionamento com o cliente é a chave do sucesso.

Então, como construir este relacionamento de forma eficaz?

Confira agora 4 passos essenciais:

+Post Recomendado: O que é e como fazer marketing de conteúdo

Passo 1: Entenda o seu objetivo

Em primeiro lugar, antes mesmo de entender o seu público, você deve entender o seu real objetivo.

O motivo da existência da sua empresa e da sua prestação de serviços.

Antes de focar no público-alvo, foque em você, no que você está criando, no que você está ofertando e, o que exatamente você busca com o seu trabalho.

Defina se nas suas tentativas de relacionamento com o cliente você quer fazer marketing ou gerar vendas.

marketing de relacionamento 1 - Marketing de relacionamento - 4 passos para um relação que gera vendas

Esta definição de objetivos pode ser realizada em 3 itens:

  • Pessoas: Quem é o seu público-alvo? O que exatamente eles buscam? Eles estão prontos para que? Eles engajam com o que? Estão mais propensos a criticar ou engajar com o produto?
  • Estratégia: O que você deseja? Que os seus clientes apenas comprem? Comprem e ajudem a transmitir mensagens aos outros? Que eles comprem e te passem um feedback?
  • Tecnologia: Em quais aplicativos os seus clientes estão presentes? De que forma eles estão presentes? Consumindo? Interagindo? Observando?

Depois de entender em qual tecnologia eles estão presentes, você deve optar pela ferramenta que melhor irá atender a sua demanda.

Esta ferramenta deve ser a principal, porém você não deve deixar de estar presente nas outras.

Lembre-se de que o cliente se transforma a cada dia.

Independente da tecnologia escolhida preze sempre pela qualidade na comunicação.

+Leia também: Copy – O que é e como fazer a copy perfeita para o seu negócio

Passo 2: Entenda a necessidade do seu cliente

Sem dúvida, é muito simples falar que você vende água para as pessoas que estão com sede.

Ou que você vende pirulitos para alguém que gosta muito de doce.

Antes de ofertar ou criar qualquer chamada para a compra do produto, é necessário se colocar no lugar deste cliente.

Entenda de forma detalhada o porquê ele pode estar buscando os seus serviços/produtos.

Seja a peça que está faltando no quebra cabeça dele, faça a diferença na vida deste cliente.

Por exemplo, em vez de vender água apenas porque o cliente está com sede. Você pode buscar saber:

  • O porquê ele ficou com sede?
  • Qual é o tipo de sede? Água, suco, refrigerante? Será que é sede mesmo ou vontade tomar alguma outra coisa diferente de água?
  • A sua água é capaz de matar a sede dele? Será que você não precisa de embalagens maiores ou menores?
  • Você poderia oferecer algo a mais para saciar este cliente?
  • Para ele é melhor água com gelo, sem gelo, com gás, sem gás?

É claro que o exemplo da água é algo bem vago, e pode até parecer bobo.

Mas é por isto mesmo que foi usado.

Para você ver o como é possível questionar a venda de qualquer produto, até o mais simples.

O consumidor atual não quer comprar o que você está vendendo.

Ele quer comprar o que ele precisa.

Então, obrigatoriamente você enquanto empresa, deve saber todas as possíveis necessidades que podem levar alguém a buscar o seu produto.

Dessa maneira, você vai entender a real necessidade e por consequência atender com maestria, o que gera a construção de relacionamento.

+ Leia também: Como vender mais – 4 Estratégias para ganhar mais dinheiro com vendas

Passo 3: Produção de conteúdo

De fato, atualmente o consumidor antes de adquirir qualquer produto/serviço pesquisa muito.

Ele deseja saber tudo em relação aos benefícios (ou não) que aquela compra pode trazer à sua vida.

Apresentar um conteúdo que esteja de acordo com o que está sendo ofertado aumenta em 90% a chance de a compra ser realizada.

Se acaso ele gostar do conteúdo que foi compartilhado, mesmo que não compre, pode fazer uma propaganda positiva, deixar um comentário, indicar, voltar depois e comprar.

Além disso, hoje o cliente não apenas adquire, ele também consome e produz conteúdo, pois, tem tanto poder de comunicação quanto a empresa.

Ele pode publicar em qualquer rede social a sua experiência e, se a experiência for ruim, ele por certo, pode deixar uma visão negativa espalhada por aí.

Sabendo dos benefícios agregados à oferta de conteúdo antes da oferta do produto, você deve estar muito atento ao que anda oferecendo aos seus clientes como “conteúdo”.

Procure ser sincero e disponibilizar algo que realmente agregue valor na vida do seu público.

Se você utiliza, blogs, redes sociais, mensagens, esteja atento a qualidade dos textos que está compartilhando.

Pois, não adianta oferecer um trecho de uma escrita qualquer, como bônus ou chamada para ação.

As pessoas estão em busca de qualidade em tudo! Então esteja atento a produção de informações qualificadas.

+ Leia Também: Como transmitir experiência através da leitura

Confira abaixo, algumas dicas para este conteúdo ser atrativo e de qualidade, seja em textos, mensagens ou publicações em redes sociais:

  • Escreva você mesmo sobre o seu produto/serviço. Você é a pessoa que mais o conhece.
  • Crie manuais de utilização
  • Explique benefícios que o cliente terá após a compra
  • Apresente casos de pessoas satisfeitas
  • Interaja com o seu público sempre que possível

Em suma:

Lembre-se de que escrever na internet é diferente de escrever uma redação.

Uma linguagem técnica e precisa, pode persuadir o seu cliente à compra ou espantar ele de vez! Esteja atento!

Estude sobre as linguagens utilizadas nas plataformas que você optou trabalhar e, interaja de acordo com a demanda solicitada pelo seu público-alvo em cada plataforma.

São ferramentas de informação, comunicação e interação que inegavelmente modificam aspectos fundamentais na condição de consumo atualmente.

Conteúdo de qualidade é tudo!

Passo 4: Evite terceirizar serviços no início

Eu sei bem, que no início de qualquer negócio, seja ele físico ou digital, tempo certamente é algo muito complicado.

Contudo, buscar estar presente ou produzir todas as peças do quebra cabeça da sua empresa no começo é fundamental.

De fato, você não terá todas as habilidades e nem conseguirá adquirir de uma só vez.

Mas estude o máximo possível para poder alcançar o seu público da forma que você deseja, principalmente na questão do relacionamento.

Mesmo que você demore muito tempo para escrever um conteúdo para falar do seu produto, escreva!

Sem dúvida, ninguém melhor do que você vai falar da sua marca e do seu objetivo.

Mesmo que você não saiba criar as melhores imagens para os seus anúncios, crie!

Sem dúvida, só você saberá dar o toque que o seu anúncio precisa para realmente alcançar quem você deseja, da forma que você deseja alcançar.

Além disso, o público gosta da proximidade de coisas feitas por criadores, sabe aquela sensação “gente da gente”?

Isto de fato, estreita qualquer relacionamento e facilita demais o engajamento do seu público com a sua marca/produto e com você!

Em resumo:

Estes são os quatro passos para estreitar o relacionamento com o seu público e alavancar o seu negócio.

Um verdadeiro plano de marketing de relacionamento, que se for seguido, além de aumentar as vendas, certamente irá trazer a melhor de todas as propagandas: um público engajado.

Com toda a certeza, um público engajado te ajuda sempre.

Clientes que se relacionam, dão dicas, fazem pedidos, levantam questões que as vezes nem você imaginava.

Então nunca se esqueça:

  • Entenda o seu objetivo
  • Entenda a necessidade do seu cliente
  • Produza de conteúdo
  • Evite terceirizar serviços no início

Siga por este caminho que com toda a certeza, a relação com os seus clientes será transformada.

Entenda, produza, escreva, trabalhe e se relacione!

Se acaso você tem dúvidas ou sugestões, deixe aqui nos comentários 🙂

Me siga no Instagram: @blogtrinteimudei

Veja mais dicas no Pinterest: Pinterest/trinteimudei

Até breve!

6 Comments

  1. Pingback: E-mail Marketing – Como Escrever E-mails que Vendem

    • Avatar

      Rafaela Azevedo

      Obrigada 🙂

  2. O bom relacionamento com o cliente é de extrema importância em nosso negócio

    • Avatar

      Rafaela Azevedo

      Sem dúvida. Sem relacionamento não existem negócios 🙂

  3. Pingback: O que são gatilhos mentais e como usá-los para aumentar as vendas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *